Resultados do Smart Metropolis são premiados pelo Google

Uma pesquisa desenvolvida no âmbito do Projeto Smart Metropolis, do Instituto Metrópole Digitral (IMD/UFRN), foi premiada na edição deste ano de um concurso realizado pelo Google, o Latin America Research Awards (LARA). Foi o único estudo do Norte e Nordeste do Brasil reconhecido na premiação.

Intitulado Automation of Patrol Planning by Learning from Crimes and News, o projeto de pesquisa tem o objetivo de analisar e desenvolver um software interativo e realista para o planejamento de patrulhas policiais. O trabalho é desenvolvido pelo aluno de mestrado Adelson Dias de Araújo Júnior e orientado pelo professor Nélio Cacho.

Ao todo, o concurso do Google recebeu 300 submissões de projetos e premiou apenas 26 com bolsas. Desses, 17 foram do Brasil, cinco da Colômbia, dois da Argentina, um do México e um do Peru. A premiação aconteceu no último dia 23 e foi feita em Belo Horizonte, no Centro de Engenharia que o Google possui na capital mineira.

O software desenvolvido no Smarta Metropolis deve funcionar por meio de estratégias supervisionadas para detecção de hotspots (“pontos quentes”), estimando as regiões mais perigosas da cidade. E essas predições serão utilizadas como indicadores para otimização do patrulhamento. A ideia é que a solução seja implementada em um formato de serviço, sendo empregada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

A premiação que será concedida pela empresa será de cerca de R$ 2 milhões para os 26 projetos. Cada um deles, receberá US$ 1,2 mil mensais ao longo do ano de 2019. O Latin America Research Awards vem sendo realizado há seis anos pelo Google e visa incentivar projetos de pesquisa acadêmica voltados para resolver problemas das pessoas comuns.

Resultados do Smart Metropolis são premiados pelo Google