Sobre o Simpósio

O seminário reunirá pesquisadores, profissionais e gestores públicos que atuam nas áreas ancoradas em aspectos do desenvolvimento sustentável urbano. Segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), atualmente 3,3 bilhões de pessoas vivem em ambientes urbanos e é esperado até 2025 que 60% da população mundial viva em cidades. Este crescente cenário de migração da população para ambientes urbanos cria desafios adicionais para autoridades governamentais. A grande questão a ser enfrentado é justamente como garantir urbanização sustentável associada com o progresso econômico e social. Face a importância do tema, o Seminário irá debater novas estratégias para gorvenância a partir de soluções de Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC) em área diversas, como: educação, saúde, segurança pública, transporte, uso racional de recursos, logística reversa de produtos e desenvolvimento sustentável. Adicionalmente, será apresentado ao público a proposta do Instituto Nacional de Estudos em Cidades Inteligentes – INECI do IMD/UFRN.

O INECI

Cidades visionárias estão promovendo um novo paradigma em tecnologia de informação e comunicação para transformar seus sistemas, operações e entrega de serviços em uma abordagem verdadeiramente integrada e inteligente. Neste contexto, o Instituto Nacional de Estudos em Cidades Inteligentes - INECI pretende desempenhar um importante papel para promover direções futuras para cidades inteligentes e verdadeiramente sustentáveis. A meta principal do instituto é congregar pesquisadores e profissionais com grande experiência teórica e prática em áreas associados com os grandes desafios científicos e tecnológicos associados com cidades inteligentes, como computação em nuvem, computação móvel, computação e processamento inteligente de grandes volumes de dados, sistemas físicos cibernéticos, Internet das Coisas e comunicação máquina a máquina. A integração dessas áreas é o grande desafio científico e tecnológico para o desenvolvimento de projetos bem sucedidos de cidades inteligentes atuais e do futuro. Como resultado mais específico, visa-se a concepção e desenvolvimento de uma infraestrutura computacional para suporte de desenvolvimento e implantação de aplicações de serviços integrados a serem oferecidos por cidades inteligentes. Essa infraestrutura é denominada de Cidade Inteligente Definida por Software (SDAC).

O grande desafio científico e tecnológico da proposta é justamente a concepção e desenvolvimento de uma solução plenamente integrada em nuvem para suporte de aplicações e serviços flexíveis e reprogramáveis para cidades inteligentes. Ressalta-se que essa solução é uma abordagem bastante inovadora na área de cidades inteligentes, pois ela aborda de forma holística a solução de integração das diversas tecnologias de comunicação e processamento de informação que suportam as aplicações e serviços de cidades inteligentes. Além disto, a proposta propiciará uma oportunidade única de se conectar grande desafios científicos e tecnológicos da atualidade com aplicações com grande impacto social, uma vez que aplicações de cidades inteligentes a serem viabilizadas pela presente proposta podem e devem contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos pelas metrópoles em geral e as metrópoles brasileiras em particular.

Organização

Patrocinio